Gerenciar materiais leva ao sucesso

Customer Name: 
Obras Públicas de South Windsor
Key Benefits: 
Medir com precisão o estoque disponível
Medir com precisão o estoque disponível Gerenciar e controlar a saída de produtos
Economizar dinheiro
Location: 
Connecticut, USA

O problema

A cidade de South Windsor, em Connecticut, fica na região da Nova Inglaterra, nos Estados Unidos. O Departamento de Obras Públicas da cidade é responsável pela manutenção de 136 milhas de vias, recebendo uma média de 42 polegadas de neve a cada inverno. South Windsor não tinha uma maneira de medir com precisão a quantidade de sal em estoque, a quantidade carregada nos caminhões ou a quantidade que voltava sem ser usada.

Isso criou alguns desafios. Como não podia medir o nível do estoque, o departamento poderia ficar sem sal, um problema real no meio do ano fiscal de um município. Carregar os caminhões em excesso cria problemas de segurança e manutenção, além do risco de multas. Carregar os caminhões abaixo do desejado aumenta o tempo gasto ao recarregá-los, em comparação com caminhões com capacidade ideal.

Outro problema era controlar a quantidade de sal espalhada nas ruas. Por não haver uma ferramenta de medição precisa, muitas vezes colocava-se sal demais nas vias. "A quantidade não batia com nosso estoque de matéria-prima, e estávamos esgotando o estoque rápido demais. Então sabíamos que estava sendo usado sal demais", diz o Gerente Administrativo, Ronald Asselin.

 

A solução

A balança de carregadeiras de rodas LOADRITE solucionou o problema de estoque de matéria-prima de South Windsor. Agora o sal é pesado corretamente quando o estoque chega e os caminhões são carregados com as balanças. Isso significa que, quando material não utilizado é devolvido, South Windsor pode medir precisamente o nível de estoque de matéria-prima. A transmissão de dados dos sistemas de pesagem integrados ao Sistema de gerenciamento de material (MMS) permite saber exatamente quanto sal é usado por queda de neve, e quanto sal é usado por milha de pavimento.

O resultado

"Adquirindo o sistema LOADRITE e medindo com precisão a entrada e a saída do estoque, conseguimos eliminar excedentes desnecessários. Nosso uso anual de sal diminuiu 30-50%, deixando um pequeno excedente ao final da estação", diz Ronald Asselin, Gerente Administrativo.

A pesagem e relatórios precisos sobre a aplicação de sal por milha de pavimento também solucionou a questão da conformidade ambiental. "Acho que conseguimos o que queríamos: cumprir as leis estaduais e as regras do Departamento de Proteção Ambiental; sabemos o quanto é carregado em cada caminhão e podemos ver o uso", diz Ronald. No último inverno, South Windsor usou 2.600 toneladas de sal. Através de pesagem precisa, o departamento conseguiu cortar o uso em, ao menos, 30%.

Com cada tonelada custando US$ 75, é uma economia de US$ 58.500 apenas em sal. O departamento não precisou encomendar mais estoque no meio do ano orçamentário, permanecendo dentro do orçamento. No futuro, o órgão pode reduzir seu estoque em 30%, alocando orçamento a outros projetos. South Windsor está cumprindo o regulamento ambiental e otimizando suas operações com o carregamento preciso de caminhões no peso máximo e a quantidade correta de sal por milha de pavimento.